jusbrasil.com.br
6 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Juiz nega indenização para mulher que processou paquera por espalhar detalhes de noite de prazer

    Correio Forense
    Publicado por Correio Forense
    há 11 dias

    O juiz Juliano Rodrigues Valentim da 3ª Vara Cível de Campo Grande não acatou o pedido de danos morais em uma ação de indenização ajuizada por uma esteticista, em desfavor de um homem que teria enviado mensagens para amigos dando detalhes sobre o relacionamento sexual de ambos.

    De acordo com os autos, ela reencontrou o homem na Festa da Linguiça, em Maracaju e ambos começaram a trocar mensagens. Os dois tiveram relação e no último dia do encontro, a mulher pegou o celular que tinha emprestado para o rapaz e leu duas mensagens para amigos.

    Nas mensagens ele contava detalhes da relação e mandou o perfil do Facebook da mulher para os amigos verem. Ela decidiu solicitar indenização de R$ 80 mil na justiça. De acordo com o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o juiz disse que, mesmo que “as imagens das conversas do requerido fossem consideradas provas suficientes para o fim almejado, seu teor não caracteriza dano moral próprio ou lesão a atributo da personalidade”.

    Por Dany Nascimento
    Fonte: www.topmidianews.com.br

    #mulher #paquera #detalhes #noite #prazer

    Foto: pixbay

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)